Por: Clarissa Crispim | 03/05/2018

Para comemorar os dez anos da loja, a Flor da Pele de Criciúma está com uma coleção que conta com sutiãs e calcinhas em sete tons de nude, capazes de se adequar a mulheres com diferentes cores de pele. Batizada de Tons, a marca tem como foco o básico/fashion, sendo a campanha estrelada por sete mulheres comuns e da região, escolhidas via rede social.

Com fotos produzidas pelo fotógrafo Marcelo Almeida, os outdoors da campanha já podem ser vistos em dois pontos da cidade, na Avenida Centenário e na rótula do Criciúma Shopping, ambos na grande Próspera.

“Busquei perfis de mulheres que representassem as nossas clientes e que fossem marcantes. E encontrei. Por isso que considero que esta campanha simboliza mais do que o respeito com as diferenças, mas sim a celebração”, fala satisfeita a proprietária da loja Flor da Pele e criadora da marca, Pleiade Boeing.

 

O desafio de modelar

Casada e com dois filhos, a maquiadora e design de sobrancelhas, Gislaine Constantino Martins Rosso, 31 anos, conta que para ela foi um desafio, até porque havia sido chamada para ser a maquiadora, e por fim, acabou participando do ensaio como modelo.

“Topei. E no dia, eu olhava para as meninas maquiadas e ficava admirando de tão lindas que estavam. Com isso, fiquei mais confiante em meu trabalho”, revela e fala sobre a sua atuação como modelo. “Me senti tão bonita e poderosa. E claro, mais mulher”, fala orgulhosa de si mesma.

Isabel Cristina Barbosa da Silveira, 21 anos, que atua na área de marketing, fala que a experiência foi sensacional. “Mudou minha vida para melhor. No começo, ficamos um pouco envergonhadas, mas fomos nos soltando até porque o fotógrafo nos passou muita segurança. Está sendo legal fazer parte da história da loja”, revela.

Modelagem básica e confortável

Foi por meio de pesquisas que Pleiade pensou em descobrir o que estava faltando, segundo ela, na linha “básica”, onde entra a famosa lingerie cor da pele, bege, nude e branco. “Optamos por uma modelagem básica e confortável. Mesmo tendo a linha sensual e a fashion, o que mais comercializamos são as lingeries para o dia-a-dia. E a partir de então, percebemos que em pleno Brasil, onde temos uma diversidade étnica e cultural enorme, não existe investimento na linha de tons mais claros até o mais escuro”, destaca.

Satisfação de quem procura

Os valores são acessíveis e as peças ideais para comportar o corpo da mulher real. A atendente da loja, Lesiane Roldão, comenta que já existe procura pelas lingeries e comenta sobre a satisfação das clientes que comemoram pelo fato de encontrarem tons para todos os tipos de pele. “Não tem como errar, além de ser mais fácil de vender”, considera.

A mesma opinião possui a consultora da Flor da Pele, Maria Conceição Alves, era o que precisavam no segmento de lingerie, essa preocupação em atender todos os tons de pele. “É um projeto que, com certeza, deu certo”, aposta.