Por: Carlos Filipe | 29/05/2019

Povos e comunidades tradicionais e a sua importância para a conservação da biodiversidade e a sustentabilidade socioambiental serão debatidos na 14ª Semana de Meio Ambiente e Valores HumanosO evento aberto à comunidade e gratuito, ocorrerá entre os dias 3 e 8 de junho. A abertura ocorrerá no dia 3 às 19h30 no Auditório Ruy Hülse.

A principal temática que o evento busca trazer para a Universidade é a discussão dos povos e comunidades tradicionais, que são grupos culturalmente diferenciados, mas que possuem formas próprias de organização social.

 Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui 

As comunidades tradicionais como quilombolas, pescadores artesanais, indígenas e representantes da agricultura familiar, desenvolvem ações pensando no seu sustento e manutenção de qualidade de vida, e ainda promovem a conservação da biodiversidade, que não pode ser separada da utilização dos recursos naturais.

De acordo com o membro da comissão organizadora da Semana, Jonata Teixeira, o objetivo do evento é trazer a pluralidade cultural. “Buscamos aproximar a nossa cultura com a deles e observar as diferenças e proporcionar a troca de experiências. Trazendo essas vivências poderemos debater, discutir e ampliar os estudos neste tema”, afirma.

A programação conta com 22 palestras, rodas de conversas, atividades e oficinas. As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas pelo site (https://www.even3.com.br/xiv_semana_de_meio_ambiente_valores_humanos/).

O evento é organizado pelo Comavh (Comissão Permanente de Meio Ambiente e Valores Humanos) e tem a parceria da Diretoria de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias e do PPGCA (Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais).