Por: Carlos Filipe | 13/04/2019

A Divisão de Investigação Criminal (DIC) concluiu as investigações em quatro inquéritos policiais de roubos em Criciúma. Cinco suspeitos foram indiciados. A Polícia Civil representou por prisões preventivas dos envolvidos. Um foi capturado, enquanto outros dois indiciados seguem presos de forma preventiva em razão de latrocínio e tráfico de drogas. Os roubos solucionados ocorreram nos bairros Nossa Senhora da Salete, Renascer, Santa Augusta e Santa Bárbara.

De acordo com as informações do delegado Yuri Miqueluzzi, num dos crimes uma mulher foi rendida por dois homens e retirada violentamente do seu carro. Ela também foi espancada e teve valores e o carro da empresa roubados. O veículo foi recuperado e os dois suspeitos identificados. A pedido da Polícia Civil, tiveram suas prisões decretadas. Um dos investigados foi capturado pela Polícia Militar, enquanto o outro segue foragido.

Em outra ocorrência, a vítima foi rendida por autor com arma de fogo e teve seu carro levado pelo criminoso. A investigação identificou o suspeito, que segue recolhido após ser capturado em flagrante por tráfico de drogas. Noutro roubo, a vítima foi abordada por um homem com uso de arma de fogo, que levou seus pertences. O criminoso também foi identificado e indiciado por roubo.

O quarto roubo investigado ocorreu na avenida Centenário. A vítima teve sua motocicleta levada. Os investigadores identificaram um dos autores, que foi indiciado. O suspeito está preso preventivamente e também responde por latrocínio ocorrido em janeiro deste ano.

Extorsão e furto são solucionados e dois são indiciados

Um suspeito de realizar furtos de grandes quantias em apartamentos da região central também foi identificado. Os policiais civis acompanharam operação realizada pela DIC de São Miguel do Oeste, que realizou a prisão de duas pessoas por crimes idênticos. Após comparação com imagens de monitoramento, um dos autores presos no Oeste foi identificado como envolvido nos delitos em Criciúma. Ele foi indiciado e segue preso em Chapecó.

Ainda em Criciúma, uma mulher foi indiciada após a investigação verificar que estaria extorquindo valores de um casal.