Por: Litoral Sul | 14/05/2019

Ao que tudo indica, amanhã, dia 15, será marcado por uma grande paralisação nacional em defesa da educação. Nomeada de “Greve Nacional da Educação”, a mobilização contará com representantes de toda a comunidade educacional, unindo alunos, professores e técnicos contra o congelamento de recursos na educação, pelo governo Bolsonaro.

Em Criciúma, alunos e servidores do Instituto Federal de Educação (IFSC), estarão mobilizados na Praça Nereu Ramos, a partir das 11 horas. Caso chova o ato será transferido para o IFSC. O estudante e participante do movimento estudantil, Filipe dos Santos, explica que a pauta é a defesa do ensino público, e contra o bloqueio orçamentário que as instituições federais de ensino estão sofrendo.

“Em Santa Catarina, o IFSC terá mais de R$23 milhões bloqueados. Com esse contingenciamento, o IFSC, e a grande maioria das UFs e IFs, não vão conseguir manter seu funcionamento até o fim do ano. Vamos levar para a praça todos os projetos de pesquisa e extensão que realizamos, que são retorno do dinheiro público investido, e vão ficar paralisadas. Inclusive somos as instituições que mais aprovam nos vestibulares e Enem”, destaca ele.

A organização ainda não fez estimativa de público, segundo Santos a adesão é livre e ainda contará com o apoio de alunos e servidores da Unesc, Cedup, Senai e escolas estaduais.

Sinte de Criciúma mobilizado

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Santa Catarina (Sinte/SC), está mobilizando a categoria do magistério, e orienta as Regionais, neste sentido, conforme deliberado na assembleia, todas as Coordenações do Sinte/SC estarão organizando atos regionais, juntamente com demais entidades e organizações sociais e sindicais, especialmente da educação. Em pauta além da educação a Reforma da Previdência. Em Criciúma o ato macrorregional Criciúma, Laguna e Tubarão, será as 14 horas, na Praça Nereu Ramos.

Passeata em Araranguá

Em Araranguá, alunos, técnicos e professores da UFSC, IFSC, Sinter e outras entidades farão uma passeata, com saída às 9h30 da UFSC pela Avenida Getúlio Vargas e parada no calçadão.