Por: Litoral Sul | 08/11/2018

O agente de polícia Wallace Lopes está em uma nova campanha para custear a alimentação do filho, que tem dois anos de idade. O menino tem uma série de restrições alimentares e precisa de uma suplementação que custa mais de R$ 2 mil por mês.

Por conta de diversas alergias, que incluem itens como leite, ovo e soja, o filho do policial deve consumir diariamente uma fórmula para suprir a necessidade do organismo por vitaminas e outros nutrientes. Cada lata dessa fórmula (Neo Advance) dura apenas dois dias e meio e custa quase R$ 200.

Além do suplemento, a família lida também com os altos custos da alimentação restritiva, dos medicamentos necessários para o tratamento e demais despesas com assistência à saúde. Por isso, há vários meses, Wallace tem contato com o suporte dos demais colegas policiais civis.

No início do ano, o policial promoveu uma rifa e conseguiu arrecadar o suficiente para arcar com a quantidade necessária de latas da fórmula até que o garoto completasse dois anos, o que ocorreu no início de setembro.

“A expectativa médica era que, a partir dos dois anos, fosse possível começar a inserção de novos alimentos à dieta. Mas, por conta de complicações recentes no quadro, foi necessário ampliar o prazo em mais seis meses”, explica Wallace.

O pai decidiu, então, realizar uma nova rifa e, ao longo das últimas semanas, todas as cotas foram vendidas. Com isso, grande parte do valor necessário para a aquisição da nova leva de latas foi alcançado. Mesmo assim, para completar o total, cerca de R$ 3.500 ainda são necessários.

Aqueles interessados a ajudar podem contribuir doando uma lata da fórmula Neo Advance ou depositando qualquer valor na conta do policial – Wallace Leite Lopes:

BRB

Ag.: 0104

Conta poupança: 104.057876-1

 

CAIXA

Ag.: 4461

Op. 013

Conta poupança: 3736-2

 

BRADESCO

Ag.: 2113

Conta corrente: 50427-0

Mais informações com Wallace pelo telefone (61) 99169-0452.