Por: Carlos Filipe | 04/02/2019

Por recomendação do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), o Secretário da Segurança Pública e Comandante-Geral da Polícia Militar de Santa Catarina suspendeu o concurso público para admissão de candidatos no Curso de Formação de Oficial. Na recomendação, o Ministério Público aponta possíveis irregularidades que podem acarretar a anulação do certame.

A recomendação foi expedida pela 12ª Promotoria de Justiça da Comarca da Capital. Na recomendação, o Ministério Público destaca a existência de uma sequência lógica no gabarito de resposta das provas objetivas, que, se levada ao conhecimento de algum candidato, caracterizaria fraude ao concurso público.

Acrescenta, ainda, a possível ocorrência de impedimento de membro da banca do concurso em função da inscrição de candidato parente consanguíneo em primeiro grau, o que comprometeria sua isenção e imparcialidade, ainda que não tenha participado da confecção das provas. Ambos os casos poderiam levar à nulidade do concurso público.

No dia 25 de janeiro, a comissão geral de concursos da Polícia Militar publicou o edital acatando a recomendação do Ministério Público para suspender o certame até a conclusão das investigações.