Por: Carlos Filipe | 24/01/2019

A Polícia Militar, junto com o Poder Judiciário e o Ministério Público da Comarca de Forquilhinha, iniciará a Rede Catarina de Proteção à Mulher. O programa foi idealizado a partir de práticas bem-sucedidas realizadas em todo o território nacional e encaminha as vítimas de violência doméstica para inclusão no programa de atendimento.

Conforme divulgado pela corporação, o objetivo da Rede Catarina é fiscalizar o cumprimento das medidas protetivas que o Judiciário concede à mulher, além de propiciar um canal de comunicação e cooperação entre a Polícia Militar e as atendidas, que recebem proteção e orientações.

Para isso, a Polícia Militar conta com equipes formadas por, pelo menos, uma policial feminina, que realizará contatos telefônicos e visitas às inseridas no Programa, que já ocorre em Criciúma e Morro da Fumaça.