Por: Litoral Sul | 04/06/2018

O primeiro homicídio do mês de junho e oitavo registrado no Vale do Araranguá, ocorreu por volta das 22 horas de ontem, em um centro de recuperação na localidade de Sanga do Marco, em Araranguá. A Polícia Militar foi acionada, assim como a Polícia Civil, Divisão de Investigação Criminal, Instituto Geral de Perícia (IGP) e Instituto Médico Legal (IML).

Segundo informações colhidas no local do crime, por volta das 21h30min, os internos estavam na sala de TV, quando dois, começaram a discutir por motivo fútil. Após acalorar a discussão ambos entraram em vias de fato. André Padilha Fagundes de 32 anos “partiu” para cima de Dionatan Lopes Nazário de 26 anos morador de Sombrio, sendo agredindo com chutes, socos e com cadeirada. O autor ainda subiu sobre a vítima e por várias vezes bateu com a cabeça no chão com violência e ainda chutou por diversas vezes a cabeça até a vítima perder a consciência.

Os demais colegas tentaram impedir a ação que durou cinco minutos, entretanto o autor que é forte e estava completamente transtornado, agrediu a vítima até matá-la. Ao saber do óbito, André fugiu a pé, sendo preso minutos depois por uma guarnição da Polícia Militar de Meleiro, na Rua da Gruta do Rio Jundiá.

Ainda conforme relatos, os colegas tentaram reanimar Dionatan até a chegada do socorro que constatou o óbito.

Preso em flagrante por homicídio, André foi levado para a Central de Plantão Policial de Araranguá, onde foi autuado pelo delegado plantonista e aguarda pela audiência de custódia.

Colaborou: agorasul.com.br/Fonte: Diogo CCR