Por: Litoral Sul | 24/05/2019

O projeto “Agilidade e Diagnóstico Já”, da Associação Amor à Vida (Amovi) de Criciúma está entre os quatro melhores do Brasil. A iniciativa que destina agulhas para a realização de biópsias e pulsões para pacientes SUS, com suspeita de câncer de mama foi apresentada no Fórum Iniciativas Inovadoras no Controle de Câncer de Mama, no dia 18 deste mês, na cidade de Pirenópolis em Goiás (GO), pela presidente da Amovi, Vera Lúcia Duarte.

 Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui 

A conquista surgiu por meio do edital Brasulian Breast Cancer Symposium 219.  “Para nós foi muito bom ter participado e nosso projeto ser reconhecido entre os dez melhores do Brasil, e na avaliação final ficar na quarta classificação representamos os três estados do Sul do Brasil. Isso para nós já foi uma grande Vitória, recebemos uma placa de reconhecimento que valeu muito a participação”, considera Vera Lúcia.

R$ 22 mil para a compra de agulhas

Tudo teve início por meio de uma parceria com a 2ª Vara Criminal de Criciúma, em dezembro de 2017, o que resultou num montante de R$ 22 mil para a compra de agulhas. O projeto foi colocado em prática em fevereiro do ano seguinte, com exames diagnósticos realizados gratuitamente pelo mastologista parceiro da Amovi, Erik Paul Winnikow, beneficiando dezenas de pacientes Sus da região.

“Estávamos enfrentando problemas. As mulheres faziam as consultas, mas para realizar as biópsias demorava para realizar o procedimento, enviar para o médico, enfim, enfrentavam várias burocracias. Com o dinheiro do projeto, comprei 250 agulhas, sendo que de fevereiro para cá já doamos 85 agulhas, e destas todas já entraram em tratamento rapidamente. Era esse o nosso objetivo agilidade e diagnóstico já”, finaliza Vera Lúcia.

Iniciativa inovadora contra o câncer de mama é selecionada para participar de fórum