Por: Litoral Sul | 11/03/2019

O governador Carlos Moisés, acompanhado dos secretários da Casa Civil, Douglas Borba, da Educação, Natalino Uggioni, e da Articulação Nacional, Diego Goulart, cumprem agenda no Sul do Estado, nesta segunda-feira, 11. Em Criciúma, primeira parada da visita, Moisés e a comitiva participaram de atos de liberação de recursos para o transporte escolar e a inauguração de um laboratório móvel para análises da água. O governador percorre ainda os municípios de Lauro Müller e Tubarão durante a tarde desta segunda-feira.

Foto: Jhulian Pereira

Em Criciúma, o governador foi recebido pelo prefeito Clésio Salvaro, que apresentou as principais demandas do município, especialmente relacionadas à infraestrutura. Na sequência, em visita ao Cedup Abílio Paulo, unidade que concentra o maior número de estudantes da rede pública estadual na cidade, o governador e o secretário de Estado da Educação assinaram o convênio que prevê o repasse de R$ 2,8 milhões para o transporte escolar.

Ao reforçar a importância da Educação como instrumento capaz de minimizar as diferenças regionais, o governador Carlos Moisés disse que “qualquer movimento do Governo no sentido de apoiar a Educação é investir na vida, no despertar de novas gerações para o compromisso de transformar para melhor a realidade do lugar onde vivem e de construir um futuro com oportunidades iguais para todos.”

Este ano, o incremento do transporte escolar é de quase R$ 8 milhões, passando de R$ 87,6 milhões, em 2018, para R$ 95,5 milhões. Ao todo, cerca de 119 mil estudantes dos 295 municípios catarinenses serão atendidos.

“O valor será repassado mês a mês, conforme a prestação de contas dos municípios”, informou Uggioni. O secretário destacou ainda que a escola, por onde o Estado inicia a distribuição dos recursos destinados ao transporte escolar tem um dos melhores IDEB do Estado.

Laboratório Móvel no IMA

Outro ato que contou com a participação do governador Carlos Moisés em Criciúma foi a inauguração do Laboratório Móvel do Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA). O presidente do IMA, Valdez Rodrigues Venâncio, explicou ao governador que o laboratório vai atuar principalmente nas unidades de conservação do Estado, analisando a qualidade da água.

Com o Laboratório Móvel será possível coletar e analisar imediatamente as amostras, verificando locais em que água passa e recebe possível influência poluidora. A unidade vai realizar análises bacteriológicas para a determinação de contaminação por agentes de origem fecal e análises físicas como temperatura, oxigênio dissolvido, condutividade, pH, cor, transparência e sólidos sedimentáveis.

Somente no Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, a maior Unidade de Conservação de Santa Catarina, por exemplo, existem centenas de nascentes, responsáveis pela formação de mananciais que abastecem a região da Grande Florianópolis, como o Rio da Madre, Cubatão, Maciambu, Capivari e Rio Duna.

O veículo foi doado por meio de Termo de Ajustamento de Conduta realizado pelo Ministério Público e o IMA. A transformação da van em laboratório foi realizada com recursos de compensações ambientais.