Por: Litoral Sul | 14/09/2018

Forquilhinha comemora a boa notícia que chegou esta semana por meio do Ministério do Turismo: está entre os três municípios do sul do estado que receberam o Selo + Turismo. Para se candidatar ao selo, era necessário integrar o Mapa do Turismo Brasileiro, que conta com 3.285 cidades e 328 regiões turísticas. Com ele em mãos, a cidade passa ter prioridade para acessar recursos públicos e privados do Governo Federal que tem o objetivo de fortalecer o turismo em todo o país.

O diretor do departamento de Turismo de Forquilhinha, Geovane Westrup explica que na prática os municípios com esse selo, têm acesso a linhas de financiamento com prazos e juros diferenciados de instituições parceiras como o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

“Para Forquilhinha, o próximo passo é cadastrar os projetos a fim de captar os recursos. Um deles é a construção do Centro de Eventos, um espaço para receber bem o público e realizar com ainda mais qualidade os encontros culturais. Temos inúmeras possibilidades de expandir o turismo. Além de nossa vocação para a cultura germânica, temos potencial para o turismo religioso e humanitário, pois aqui é a terra da Dra Zilda Arns e de Dom Paulo Evaristo Arns, reconhecidos mundialmente pelos trabalhos em prol das famílias mais desfavorecidas” destaca Westrup.

Atendimento ao turista

O Prodetur + Turismo vai melhorar a infraestrutura e o atendimento ao turista nos principais destinos do país. Para tanto, foram disponibilizados R$ 5 bilhões. As propostas para obtenção de financiamento deverão contemplar principalmente projetos na área de infraestrutura turística, saneamento básico, gestão e avaliação ambiental, transporte e mobilidade urbana. As diretrizes estratégicas do programa priorizam também ações de qualificação, promoção, apoio à comercialização, pesquisa e inovação, empreendedorismo e parcerias público-privadas.

Os projetos que obtiverem o Selo + Turismo poderão também ser apoiadas financeiramente com recursos próprios do MTur. Já os entes federativos que tiverem proposta contempladas com financiamento nacional ou internacional poderão pedir apoio técnico à Pasta para a implementação dos projetos.

O prefeito Dimas Kammer, visualiza ainda a possibilidade de incluir a pavimentação da Rodovia Jacob Westrup, nesse processo. “Se o objetivo é trazer desenvolvimento e facilitar o acesso à cultura, como também incentivar o turismo de nosso município e da região, a rodovia não pode ficar de fora. Proporcionaria o crescimento não só de Forquilhinha, mas de Maracajá, Nova Veneza, Siderópolis. A intenção é sempre trabalharmos pelo todo” comenta o prefeito.

Em Santa Catarina, receberam o selo os municípios de Forquilhinha, Cocal do Sul, Lauro Muller, Nova Trento, Urupema e Camboriú.