Por: Litoral Sul | 11/07/2018

A Divisão de Investigação Criminal de Criciúma (DIC), deu cumprimento ao mandado de prisão preventiva na manhã de hoje, a um homem de 19 anos, em uma residência no bairro Cidade Mineira Nova. Ele foi um dos autores do homicídio de Alessandro Danielski Rosa, morto com um tiro na cabeça em abril deste ano no bairro Vida Nova, em Criciúma.

O acusado estava foragido desde maio deste ano, quando foram presos pela polícia civil outros três envolvidos no homicídio que se encontram recolhidos no presídio Santa Augusta.

Contra o proprietário da residência foi instaurado um Termo Circunstanciado pelo crime de favorecimento policial, por estar dando guarida a um foragido da justiça. A prisão teve apoio de policiais civis da DP de Garopaba.

Conforme o delegado de Polícia e coordenador da DIC, André Milanese, hoje está completando 40 dias sem homicídio em Criciúma. “Sendo que em 2018 ocorreram 14 homicídios, dos quais 10 já foram esclarecidos”, informa.