Por: Carlos Filipe | 14/06/2019

Com o objetivo de estimular a imaginação e criatividade dos estudantes, a Fundação do Meio Ambiente de Criciúma (Famcri) lançou a I Feira de Ciências e Ecologia. A exposição dos trabalhos aconteceu na Semana Mundial do Meio Ambiente, no dia 5, na praça Nereu Ramos. Os vencedores foram os alunos do 2º ano da Escola de Ensino Básico (EEB) Rubens de Arruda Ramos.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui 

Com o tema ‘Plástico – Novas Tecnologias’, as turmas participantes deveriam desenvolver projetos de pesquisas buscando uma nova solução com o tema. Os alunos criaram um projeto intitulado ‘Oficina do Som’, reutilizando plásticos e os transformando em instrumentos musicais.

“Observando a quantidade de plásticos que diariamente são descartados em nossas casas e na escola, surgiu a ideia de reaproveitar e transformar em algo diferente e com utilidade. Foi criada a Oficina do Som, que por meio de uma pesquisa prévia, foi possível conhecer o tempo de decomposição de plásticos e entender a importância de um resgate para desenvolver uma consciência ambiental”, explica a professora, Deise dos Santos Pacheco.

De acordo com a presidente da Famcri, Anequésselen Bitencourt Fortunato foram inscritos trabalhos muito criativos. “Nós ficamos muito animados com o resultado da feira, as turmas estavam muito engajadas e interessadas no tema. É sempre importante lembrar que não existe o jogar fora. Por isso, repense, reutilize”, finaliza.

A turma vencedora terá como prêmio um passeio no Instituto Felinos do Aguaí em Siderópolis.