Por: Litoral Sul | 03/09/2019

A Fundação Cultural de Criciúma (FCC) conta com duas exposições abertas ao público. A primeira é ‘Pintando Criciúma: Arte, Memória e Educação’, da artista plástica Juliana Natal. A mostra está no segundo piso do Paço Municipal Marcos Rovairs. O local funciona das 8h às 17h. Já o ‘Encontro da Forma, Cor e Movimento’ está no Espaço Sociocultural do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), localizado no segundo andar do Fórum de Criciúma, aberto das 13h às 19h. As obras são da artista plástica Cleusa Olávio.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui

O objetivo da exposição da Cleusa é trazer para o público a possibilidade da aquisição de obras de artistas da região. Além de propor dias mais coloridos e a criação livre do artista. “A FCC está disponibilizando um espaço para que o artista aproveite da melhor maneira possível, abrindo portas com editais, oficinas, exposições e espaços para que possamos nos organizar. Temos muito a realizar, precisamos do apoio público para que todos os tipos de arte estejam mais presentes na nossa cidade”, frisa a artista.

Realizando a exposição ‘Pintando Criciúma: Arte, Memória e Educação’ desde 2007, Juliana Natal, traz a importância da construção histórica e cultural por meio de suas obras. “Foi um trabalho que comecei há 12 anos atrás. A ideia era desenvolver obras que pudessem trazer à tona lembranças na mente das pessoas e, principalmente, manter viva a história da cidade”, revela Juliana.

“Estas duas novas exposições são mais um exemplo daquilo que queremos para o futuro da nossa fundação. Duas artistas mulheres, contribuindo para a história cultural da nossa cidade com trabalhos lindos e encantadores, que resgatam a essência do nosso povo e refletem sobre o que deve ser valorizado”, comenta o presidente FCC, Júlio Lopes.