Por: Litoral Sul | 13/03/2018

Bebeto de Freitas, de 68 anos, diretor de administração e controle do Atlético-MG, faleceu após passar mal dentro da concentração na Cidade do Galo, na tarde desta terça-feira,13. Ambulâncias e um helicóptero chegaram a ser acionados para socorrer o dirigente, que não resistiu a uma parada cardíaca e morreu antes de ser levado para um hospital.

O Atlético Mineiro confirmou a morte do diretor em seu site oficial por volta das 16 horas e decretou luto oficial por três dias. Confira a nota oficial:

É com muito pesar que informamos o falecimento de Bebeto de Freitas, Diretor de Administração e Controle do Atlético, nesta terça-feira. Bebeto sofreu uma parada cardíaca, pouco depois de participar de um evento na Cidade do Galo. O Diretor foi atendido prontamente, mas não resistiu.

O Cruzeiro, maior rival do Atlético, também lamentou a morte do diretor através de sua conta oficial no Twitter:

Bebeto participou de evento no fim desta manhã

Bebeto havia participado normalmente do lançamento do time de futebol americano do Atlético-MG, o Galo FA, em evento que ocorreu no fim da manhã. Após a cerimônia, os convidados se dirigiram ao hotel do clube, na parte superior do centro de treinamento. Bebeto de Freitas acabou passando mal, enquanto apresentava as acomodações da concentração atleticana. Ele chegou a receber o primeiro atendimento médico em um dos quartos do prédio, mas não resistiu antes de ser levado para um hospital na capital mineira.

Longo currículo no esporte

A carreira de Paulo Roberto Freitas, o Bebeto de Freitas, é enorme. Ele foi jogador e técnico da seleção brasileira de voleibol, conquistando a prata em Los Angeles-1984. Bebeto também foi o mentor de dois outros grandes treinadores do vôlei mundial, como José Roberto Guimarães e Bernardinho. Depois, conquistou a Liga Mundial de 1997 e o Mundial com a Itália em 1998, até que o amor pelo Botafogo bateu mais forte e o fez trocar de esporte. Foi presidente do clube entre 2003 e 2008.

No Atlético, teve a primeira passagem em 1999. Posteriormente, voltou ao Galo como diretor-executivo, em 2009. Assumiu a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer na gestão de Alexandre Kalil na prefeitura de Belo Horizonte, no início de 2017. Com a eleição de Sérgio Sette Câmara para presidente do Atlético-MG, no final do ano passado, retornou ao clube, desta vez no cargo de diretor de administração e controle.

No comando da Seleção Brasileira, Bebeto de Freitas inovou nos treinamentos, colocando atividades em dois turnos.

 

Colaboração: Globoesporte.com/AMD