Por: Litoral Sul | 19/12/2018

O latrocínio que vitimou o empresário Santelino Rosalino Laureano, de 71 anos está elucidado. Depois de uma mulher de 45 anos ter sido presa, junto com um homem de 25, o filho dela, de 18 anos, também foi detido e confessou participação no crime.

De acordo com as informações do delegado Eduardo de Mendonça, a mulher acusou o homem, que não teve envolvimento no caso, para proteger o filho. O assassinato teria sido cometido com um golpe de pé de cabra contra a cabeça do idoso.

As investigações apontaram ainda que o crime foi motivado pelo roubo de R$ 2,5 mil, que foram sacados da conta bancária da vítima, no dia seguinte. Além disso, o neto do idoso, de cinco anos, presenciou toda a violência e foi abandonado no Anel Viário, em Içara, junto ao corpo do avô. Agora, o caso será remetido ao Poder Judiciário.