Por: Carlos Filipe | 11/02/2019

Um áudio que circula em grupos do WhatsApp há alguns dias deixou muitos motoristas preocupados. Na mensagem, um homem informava sobre um suposto radar, que estaria “escondido”, em frente ao posto da Polícia Militar Rodoviária (PMRv), na rodovia SC-445, no bairro Liri, em Içara. O equipamento, contudo, não existe.

De acordo com o sargento Anísio Fraga, o áudio surpreendeu, até mesmo, os policiais. “A verdade é que não existe nenhum radar ativo em frente ao posto. Existe a possibilidade da instalação, mas para a fiscalização, é preciso um estudo técnico, além da sinalização com a placa indicativa da velocidade máxima”, explica, frisando que já há um equipamento semelhante em frente à PMRv na SC-108, em Cocal do Sul, em local sinalizado.

As fiscalizações são realizadas entre Içara e Passo de Torres, porém, sempre em pontos devidamente indicados. “Temos uma faixa de pedestres com grande fluxo de pessoas e os motoristas ainda costumam passar rápido, por isso estudamos outra forma para que essa velocidade seja reduzida”, conclui.

Multas têm diferentes valores

Os motoristas que são flagrados acima da velocidade máxima permitida estão sujeitos a multas de três valores diferentes, confira:

  • Até 20% acima do limite: R$ 130,16
  • Entre 20 e 50% acima do limite: R$ 195,23
  • Mais de 50% acima do limte: R$ 880,41