Por: Carlos Filipe | 04/02/2019

A Polícia Civil de Criciúma, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC), elucidou a morte de Greciane Felipe Marques, de 23 anos. Ela estava desaparecida desde dezembro de 2018, quando seu carro foi encontrado incendiado em Siderópolis.

Corpo foi localizado em uma área rural, de difícil acesso, entre os municípios de Siderópolis e Treviso

Em entrevista coletiva concedida na tarde dessa segunda-feira (4), o delegado Yuri Miqueluzzi informou que o crime teria sido premeditado. “Três pessoas conhecidas da vítima têm ligação com o assassinato, que foi motivado por vingança, já que familiares do ex-marido, que cometeu suicídio, não acreditam nessa hipótese e alegam que ela teve envolvimento com a morte dele”, enfatiza.

Greciane teria sido convidada para um encontro com os suspeitos, mas acabou golpeada com um mata-leão e asfixiada, conforme apurado nas investigações.

Um homem de 41 anos e uma mulher de 36, além de um adolescente de 17 anos, são apontados por ligação com o crime. Após a conclusão do Inquérito Policial, o caso será encaminhado ao Poder Judiciário.