Por: Litoral Sul | 10/06/2019

O Contrato de Programa com a Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan), foi assinado na manhã desta segunda-feira, 10, pelo prefeito Hélio Cesa, e pelo vice-prefeito, Alexandre Feltrin Fernandes. O secretário de Estado da Casa Civil, Douglas Borba, esteve presente no ato realizado na sede da empresa, em Florianópolis.

Baseado no Plano Municipal de Saneamento Básico, o Contrato de Programa estabelece as ações a serem realizadas nos próximos 30 anos, bem como define um cronograma de compromissos. Entre os investimentos previstos está a segunda etapa da implantação da rede de esgoto em Siderópolis.

Também está prevista a substituição imediata da adutora que abastece o município, evitando eventual desabastecimento em meio a rompimentos ou vazamentos da tubulação, além do atendimento com rede ao Bairro Alto Rio Maina, que hoje não é abastecido pelo Sistema Integrado.

O secretário de Estado da Casa Civil, Douglas Borba, ressaltou a importância da assinatura. “Esse ato tem um valor simbólico muito grande para Santa Catarina”, disse. “Não apenas pela importância do município, mas também por todos os fatores políticos que permearam essa discussão”.

O secretário observou que a confiança de Siderópolis na Casan e no Governo do Estado “representa também que o trabalho técnico que vem sendo desenvolvido pela atual gestão mostra resultados, transparecendo especialmente a confiança e a verdade”.

A diretora-presidente, Roberta Maas dos Anjos, agradeceu a confiança do prefeito, de sua equipe e da municipalidade. “Desde o início acompanhamos a pressão contrária à assinatura de Contrato, mas o prefeito sempre esteve disposto a se manter parceiro da Companhia, confiante na qualidade dos serviços prestados pela empresa”.

Ao final do ato, foi entregue uma placa à Prefeitura para marcar a assinatura do Contrato de Programa. O prefeito aproveitou a oportunidade para solicitar que a Casan avalie a possibilidade de transformar a Barragem do Rio São Bento numa ferramenta turística para a região. A Barragem é o maior reservatório do Estado para abastecimento humano.