Por: SC Portais | 07/08/2018

Crescimento de 6% este ano, em relação ao ano passado, e um crescimento já consolidado de 4% no primeiro semestre deste ano, animou os participantes da 21ª Construsul – Feira Internacional da Construção, realizada no Centro de Exposições da Fiergs, em Porto Alegre (RS). Os dados foram apresentados na feira pelo presidente do Conselho Diretor e Deliberativo da Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco), Marcos Gabriel Atchabahian. Alcançando essa projeção, a estimativa é de um faturamento na ordem de R$ 200 bilhões.

Indicadores do crescimento

Juros relativamente baixos, inflação sob controle e desemprego estável favorecem o segmento da construção civil, para o presidente das Indústrias da Construção Civil no Estado do Rio Grande do Sul (Sinduscon-RS), Aquiles Dal Molin Jr., quando o Brasil conquistar uma estabilidade política, o aquecimento do setor da construção será cada vez mais intenso.

Vendas crescem

As vendas da indústria catarinense fecharam o primeiro semestre do ano com alta de 13% em relação ao mesmo período em 2017, com dados dessazonalizados, segundo pesquisa de indicadores industriais da Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC). Das 14 atividades consultadas, 13 registraram crescimento, com destaque para produtos de metal (alta de 32,5%), produtos alimentícios (aumento de 31,1%) e vestuário e acessórios (expansão de 27,9%).

Reflexo da greve

Para o presidente da Fiesc, Glauco José Côrte, o resultado de junho está associado à normalização do transporte de cargas. “Em junho houve uma explosão no crescimento das vendas em praticamente todo o País. Isso se deve basicamente ao represamento que tivemos em maio com a paralisação do transporte. Então, as indústrias deixaram de faturar. Parte daquilo que não foi faturado em maio acabou somando com o faturamento normal de junho”.

Acima da média

No primeiro semestre as vendas da indústria catarinense aumentaram 13% contra 4,4% do setor no País. “Então, crescemos três vezes mais que o Brasil, mantendo mais ou menos a mesma performance do ano passado. Santa Catarina sempre teve um crescimento acima da média nacional”, avalia o presidente da Fiesc, Glauco Côrte.

Fórum do Turismo

Fundação Cultural de Criciúma está organizando esta semana o Fórum de Turismo para definir as diretrizes do Plano Municipal de Turismo e Reativação do Conselho. A reunião vai acontecer dia 9, às 19 horas, no Salão Ouro Negro da Prefeitura de Criciúma.

Posse na Fiesc

Sexta feira, 10, Mário Cezar Aguiar toma posse na presidência da Fiesc, em Florianópolis. Aguiar é o atual vice-presidente de Glauco Côrte, que vai para a vice-presidência para o Sul do Conselho da Confederação Nacional da Indústria (CNI). O vice-presidente da Fiesc será Gilberto Seleme.