Por: SC Portais | 17/07/2018

As campeãs em gestão ambiental

Empresas Rio Deserto e Cecrisa, de Criciúma, Cervejaria Lohn, de Lauro Muller, e o Porto de Imbituba foram as sul catarinenses vencedoras do 25º Prêmio Expressão de Ecologia. Elas concorreram com 126 projetos na área de preservação ambiental apresentados por empresas do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. A entrega da premiação acontece no dia 31 de agosto, na sede da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), em Florianópolis, durante o Fórum de Gestão Ambiental.

“A época do caráter”

Com a palestra “A época do caráter: o desafio da liderança ética e competente”, ministrada pela professora Clarisse Leal, a Secretaria de Educação de Criciúma está promovendo o XVI Seminário de Educação sobre os desafios e perspectivas da Educação Básica da Rede Municipal. O evento inicia às 18h30 desta quarta-feira (18), no Teatro Elias Angeloni e segue nos dois dias seguintes.

Modelo catarinense

Santa Catarina é um Estado diferenciado no contexto nacional, onde 98% do total de estabelecimentos industriais são de micro e pequenas empresas (MPEs). Segundo pesquisa divulgada pela Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), o número de MPEs cresceu 3,2% ao ano entre 2010 e 2016. Em 2010, o número de indústrias destes portes somava 41 mil estabelecimentos, valor que subiu para mais de 49 mil em 2016. No mesmo período, o total de médias e grandes indústrias catarinenses se manteve praticamente estável.

Geração de empregos

Levantamento realizado pelo Observatório FIESC mostra que as micro e pequenas foram as principais responsáveis pela geração de empregos industriais em 2017. O saldo de empregos, indicador que registra a movimentação dos trabalhadores mensalmente, mostra que, no acumulado de 2017, as MPEs da indústria geraram mais de 10 mil novas vagas, contra 4 mil das médias e grandes empresas. Nos cinco primeiros meses de 2018, as micro indústrias foram as que mais geraram vagas, com 9.136 postos de trabalho.
Destaque nas exportações

As micro e pequenas empresas de Santa Catarina têm se destacado no crescimento do valor das exportações. De 2010 a 2017, elas aumentaram as exportações em um ritmo de 3,4% ao ano, enquanto que as médias e grandes empresas cresceram a 1,4% e 0,3% ao ano, respectivamente. Ainda que crescente, a participação do volume exportado pelas MPEs é de apenas 2,4% (US$ 205 milhões) do total catarinense, segundo dados da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina.

Boa gestão

Os resultados de uma boa gestão administrativa aparecem. Sempre. Décio Góes estruturou o nascente município da praia do Rincão e a avenida principal de acesso tem o seu carimbo. Incentivou o Turismo. O prefeito que o sucedeu continuou e melhorou o seu trabalho. É assim que se constrói a história de uma cidade. A Festa da Tainha, consolidada, mereceu destaque pela organização profissional. Aos poucos, se consolida na região a gastronomia italiana, em Nova Veneza, e a açoriana, no Rincão.